Uma pesquisa realizada no finalzinho de 2018 perguntou:

Como você prefere gastar o seu dinheiro em 2019? Com bens materiais ou viajando?

A pesquisa revelou algo incrível sobre o comportamento do consumidor. 67% das pessoas afirmaram que preferiam gastar seu dinheiro em 2019 com experiências do que adquirir algum bem material.

O levantamento mostrou também que 54% dos brasileiros preferem gastar mais com experiências em eventos, shows, teatros, etc. 73% do público mais jovem opta por experiências como viagens. Entre os mais “velhos” a diferença cai para apenas 64% no caso dos viajantes entre 35 e 44 anos.

“A preferência de 68% das pessoas com mais de 45 anos também vai na mesma linha. Outro levantamento explica que este viajante também deseja visitar lugares inéditos em 2019″ afirma a FOLHA LITORAL.

Esta pesquisa incrível realizada pelo site Booking.com demonstra a mudança de comportamento do consumidor entre as gerações. A ausência de preocupação das gerações mais jovens em adquirir bens materiais nos faz entender um determinado “conforto” em relação a estabilidade. Talvez os pais já adquiriram patrimônio e garantiram um futuro para esta geração. Entretanto não é só isso que podemos concluir.

A tecnologia está cada vez mais facilitando a vida das pessoas. Aplicativos de transporte como o Uber transformaram a mobilidade em algo descomplicado. Se eu posso me locomover de carro a um preço acessível, compartilhar e dividir o preço da corrida com amigos e não me preocupar com manutenção, seguro, impostos e multas, porque eu tenho que ter um carro?

Outras plataformas de locação de imóveis e hospedagens possibilitam viajar e locar acomodações, casas, apartamentos a preços acessíveise sem burocracia.

O principal de tudo isso é que a tenologia está tornando as pessoas mais sensíveis a experiência. Nada hoje se compra sem avaliar no google, uber, airbnb, reclame aqui, apple store e google play. O resultado disso tem sido o aumento considerável de estabelecimentos comerciais “conceito” que lutam em proporcionar uma experiência positiva dos consumidores em troca de um LIKE.

Um grande desafio para os empreendedores que tiveram que se reinventar nos últimos anos trocando o discurso por ATITUDE. Além de descobrir a necessidade em muitos ramos de negócio se tornou necessário CRIAR a necessidade. Investir em conhecimento, mudança, reformas, processos e principalmente qualidade e atendimento.


Gabriel Rocha
Gabriel Rocha

Mestrando em Neuromarketing na World Christian University, iniciou sua carreia como gestor de grandes projetos de sistemas e comunicação em Santa Catarina e no Paraná. Se apaixonou pelo Marketing Digital e decidiu abrir sua própria agência. Com o objetivo de suprir a carência de marketing no ramo imobiliário fundou em 2017 junto com seu amigo Fabiano Motta a Owll Estratégia & Marketing. Gabriel é especialista em gerar oportunidades através dos ambientes digitais. Por ser Administrador de Empresas possui uma visão ampliada do marketing aplicada a modelos de negócios.

Leave a Reply

Your email address will not be published.