• Girl Boss:
    A série lançada em 2017 e produzida por Kay Cannon conta a história da multimilionária Sophia Amoruso. Ela era uma jovem batalhadora que começou vendendo peças de roupas no eBay e, ainda muito nova, conseguiu criar uma marca famosa. Além da personagem principal, interpretada por Britt Robertson, o elenco conta com Ellie Reed, Johnny Simmons. A obra tem apenas uma temporada na Netflix, mas é fundamental para os profissionais que querem colocar as suas ideias no papel, mas não sabem como. Ela mostra que é preciso ter muita coragem para arriscar, muita organização e planejamento para conseguir tudo o que quiser. Além disso, “Girlboss” é uma trama que proporciona momentos românticos e engraçados. Em determinadas situações, a série mostra como é fundamental ter a ajuda de amigos, parceiros e colaboradores para que o seu negócio se desenvolva. Não basta querer fazer tudo sozinha, é preciso pedir ajuda de quem confiamos. A história da fundadora da marca Nasty Gal coloca nas telas uma mulher que começou um negócio do zero e deu certo por causa de sua atitude corajosa. Ela é uma ótima trama para empreendedores e publicitários, pois fala em investir conhecimento, ter planejamento, criação de conteúdo, ter uma filosofia de mercado e não ficar refém de uma plataforma apenas.
  • Black Mirror:
    Black Mirror é daquelas séries que você assiste e pensa: “que louco, isso nunca vai acontecer”. Depois se dá conta que por mais absurdas que as coisas sejam, é possível que aconteça. A série vai do bizarro ao genial em segundos, causando uma confusão mental a cada episódio. Trata principalmente de questões contemporâneas e das consequências imprevisíveis relacionando conflitos à soluções pouco éticas ligadas a tecnologia. A série explora como as pessoas usam a tecnologia no dia a dia com intenções boas e ruins, tranzendo insights de comportamentos atuais.
  • Vida de Estagiário:
    Essa comédia foi lançada em 2003 e é baseada nos quadrinhos do cartunista Allan Sieber. Ela conta a história Oséias, um estagiário da Almeida, Bronson & Lewis (AB&L), que é considerada a “pior agência de publicidade do mundo”. O personagem passa por diversas dificuldades com um salário muito baixo e um trabalho inútil. A série é dirigida por Pedro Aguilera e Vitor Brandt. Além disso, ela conta no elenco com os atores Thomas Huszar, Fábio Espósito e Marianna Armellini. “Vida de estagiário” é uma comédia brasileira que tem 1 temporada e 13 episódios. Na trama, os personagens Marlon (Conrado Caputto), Paulinho (Luciano Amaral), o chefe Seu Almeida (Fábio Espósito), a secretária Solange (Sheila Friedhofer) e a produtora Sílvia (Marianna Armellini) vão mostrar para Oséias como a vida profissional dele não é aquilo que ele sempre sonhou.
  • Mad Man:
    Começamos com essa série super popular entre os publicitários. Criada por Matthew Weiner e lançada em 2007, é a clássica série que todos os profissionais de comunicação e publicidade indicam. Mad Men relata a rotina em uma agência de publicidade de Nova Iorque dos anos 60, a Sterling Cooper, situada na Avenida Madison (daí o nome “Mad Men”). O legal é que, além de tudo, a trama mostra como era a vida da sociedade americana nos anos 60, como o comportamento e os figurinos. Ela trata sobre a vida do publicitário Donald Draper, interpretado pelo ator Jon Hamm, com seus desafios diários da publicidade da época e dos seus colegas de trabalho. Mad Men ganhou 4 Globos de Ouro, 16 Emmys e recebeu muitos elogios por críticos pela sua história autêntica. A série se torna ainda mais interessante porque os profissionais de publicidade conseguem acompanhar as mudanças que ocorreram ao longo do tempo, como a visão do mercado sobre o papel da mulher, seus desejos e seu poder de consumo. Também é interessante perceber a evolução da sociedade e observar que ela está em constante processo de evolução, ponto que um publicitário deve ter a sensibilidade de entender para satisfazer sempre as demandas do mercado. A série tem, no total, 7 temporadas na Netflix.
  • Império de Memes:
    Agora vamos quebrar o protocolo e indicar um filme. Quem trabalha com redes sociais muitas vezes lidamos com influenciadores. Saber os bastidores desse novo tipo de profissão é ficar por dentro do modus operandi dessas pessoas. Mais que isso: conhecer as delícias e, principalmente, as dores de ser influenciador. A principal estrela do longa é Paris Hilton, com nada menos que 10 milhões de seguidores no Instagram. Aliás, ela foi uma das primeiras celebridades da internet.
  • Abstract – Art of Design:
    A série documental mostra a história e processo criativo de grandes designers e artistas dos mais variados ramos. Alguns dos profissionais que aparecem na série: Bjarke Ingels (arquiteto), Christoph Niemann (ilustrador), Es Devlin (cenógrafo), Ilse Crawford (designer de interiores), Paula Scher (designer gráfico), Platon (fotógrafo), Ralph Gilles (designer de automóveis) e Tinker Hatfield (designer da Nike). Se você trabalha com design, essa série é perfeita. Se não trabalha, também. É importante pra gente entender como funciona o processo criativo dos nossos colegas. Na verdade, a série serve muito bem como inspiração para nossa própria criatividade.
  • The Crazy Ones:
    Essa é mais uma série que relata o agitado cotidiano de uma agência de publicidade. Apesar de ser pequena, apenas 1 temporada, é uma série que vale a pena ser assistida, por ser muito engraçada e contar com a brilhante encenação de Robin Williams. Além de falar da agência de publicidade, a trama se concentra em contar fatos da vida do publicitário Simon Roberts que o levaram a realizar uma campanha contendo apenas verdades sobre os produtos. Depois de ser repreendido por sua chefe e acabar até no psiquiatra, a campanha acaba intrigando muita gente e mesmo assim se torna um sucesso.
  • Obrigado Por Fumar:
    Nick é o publicitário de uma grande empresa de cigarros. Para isso, ele obviamente, cria peças que defendem o cigarro independente de seus malefícios. Entretanto, sua postura muda quando seu filho começa a querer seguir seus caminhos. A trama demonstra que apesar de divulgar certos produtos os próprios publicitários, muitas vezes, não os usam ou não acham certo que eles sejam usados.
  • The Office:
    A série foi lançada em 2005 e é estrelada por Steve Carell, John Krasinski e Rainn Wilson. Esta série é clássica e já venceu alguns Globos de Ouro e Emmy Awards. A história é em formato de pseudodocumentário que retrata o cotidiano de uma filial da empresa fictícia Dunder Mifflinna, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. Michael Scott (Steve Carell) é um chefe que é atencioso com o bem-estar de seus funcionários, apesar de ser considerado insensível. A trama gira em torno de um gerente que luta para não deixar a agência de publicidade falir. É um excelente conteúdo sobre relações pessoas e como não gerir uma empresa. Além disso, “The Office” também mostra como os momentos de descontração em um escritório é fundamental para o bem-estar e para aumentar a produtividade dos profissionais. A série é dirigida e criada por Ricky Gervais e Stephen Merchant e tem 7 temporadas disponíveis.

Leave a Reply

Your email address will not be published.